Passeio ao improviso – Passeio de carro 4 / Dia 1 ( parte 1 )

Amigo não empata amigo! Neste caso, não saber onde ir não impede o ir! E assim fomos, uma vez mais, ao sabor da vontade.

Guincho

Amantes de mar e praia, resolvemos apreciar as paisagens disponíveis pelas estradas secundárias e seguir caminho sempre ao longo da costa. Curva após curva, fomos dar a diferentes pequenos mundos de não maiores localidades. Umas conhecíamos, outras já tínhamos ouvido falar e outras tantas foram agrádaveis descobertas. Não parámos em nenhuma, mas percorremo-las sempre a um ritmo turístico. Estou certa de que, nós sim, empatámos alguns veículos que por lá circulam habitualmente…

Após mais de duas horas de caminho, chegámos à Foz do Arelho. A imensidão desta praia e a presença de dunas lembrou-nos o Ceará, mais precisamente Jericoacoara. O vento, cartão de visita da zona balnear da costa de prata, marcou presença. As nuvens também não faltaram. Foi numa colina de areia que permanecemos por um pouco a apreciar o privilégio de passear e de encher a barriga dos olhos com tamanhas paisagens.

Quem ainda não foi, vá! Quem não pode ir, continue a sonhar…

Anúncios
Tagged with: