Crónicas Maldispostas de Pepetela

Desta vez a viagem foi guiada pelo autor angolano Pepetela. De crónica em crónica vamos partilhando o ponto de vista do autor sobre o mundo, mais precisamente sobre a realidade social, política, económica, cultural e, também, quotidiana em Luanda.

A melhor maneira de conhecer uma cidade é escolher um guia local e foi o que fiz. Ao contrário do título, a boa disposição marcou esta viagem. Nunca fui a Luanda, mas já a conheço um bocadinho.

Gosto de crónicas ( como se ainda não se tivesse percebido)! Assemelham-se a conversas que alimentaríamos naturalmente num passeio entre amigos. Aconselho este passeio a todos os que apreciarem um discurso direto com uma ligeira pitada de poesia.

E vocês, têm algum livro de crónicas que me queiram recomendar?

Viagem à Sardenha, Costa Esmeralda

Ar

Para os amantes de praia e de mergulho, enquanto não experimentam as Caraíbas, um destino a considerar seriamente é a Sardenha. Região autónoma de Itália, esta ilha a oeste do mar mediterrâneo é um pouco mais pequena do que o nosso Alentejo, o que significa que é grande! Nesta viagem, fomos até à Costa Esmeralda. Segundo outros visitantes, esta parte da ilha a noroeste é a que reúne o maior número de praias paradisíacas. Ainda estou para saber qual o critério dos blogs que li, pois até a considerada menos bonita era lindíssima! Chego portanto à conclusão que toda a Sardenha deve ser incrível!

Terra

O mais interessante neste destino de mar, é que a maioria das praias dispõe de um areal, em alguns casos reduzido, e de um pedaço de terra com árvores ou, por outras palavras, sombras. Aquela versão portuguesa de ir à praia de manhã e almoçar e dormir a sesta na mata à tarde pode ser vivida, também aqui, com a diferença de que não precisamos de sair do lugar. A mata é ali mesmo, na praia, quase à beira da água.

Mar

E por falar em água… “cristalina” não me chega para vos traduzir o que os meus olhos viram. A areia fina e branca reflete a luz do sol e a água só se vê porque se sente. É límpida! Ao contrário da opinião de bloggers do Brasil, país situado no lado do oceano Atlântico a temperaturas convidativas, o mar na Sardenha estava à temperatura ideal: refrescava-nos sem nos ofender os ossos, o que não acontece no Oceano Atlântico da Costa do Sol portuguesa (a minha realidade), mas não é tão quente quanto o Oceano Pacífico na zona de Manuel António, por exemplo, na Costa Rica, o qual achei uma verdadeira sopa.

Águas limpas, visão clara! Foi a segunda vez que fiz snorkelling na vida! Levem o vosso kit porque vai valer a pena! É possível alugar um barco ou simplesmente juntar-se a outros exploradores em passeios de meio dia ou dias inteiros que vos leva até zonas onde poderão apreciar a fauna marinha. Para quem quer apreciar o mar nas suas profundezas, existem também cursos de mergulho para a criançada e para adultos, desde principiantes a mais expeditos.

O que me falta dizer-vos mais?

Aconselho a alugar um carro no aeroporto, se quiserem rentabilizar o tempo da vossa estadia a visitar o maior número de praias inesquecíveis. Eu gostei muito de todas em que estive: Liscia Ruja, Spiaggia La Cinta, Cala Brandinchi, Spiaggia del Principe, Spiaggia di Capriccioli, Piccolo Pevero e Grande Pevero.

Ou melhor ainda, a alugar um barco que vos recheará a memória de praias desertas inacessíveis por via terrestre.

Contudo, como o paraíso na terra de outrora, o jardim do Éden, ainda não foi restabelecido, eis algumas observações a ter em conta se pretenderem viver a Sardenha pelos vossos próprios sentidos:

O estacionamento de praia na Sardenha é muito rigoroso. Ou estacionamos nas áreas propícias a esse fim ou apanhamos multas na certa. Os preços dos estacionamentos rondam os 2€/ 2,5€ à hora. Simpaticamente, existem pagamentos ao dia no valor de 18€.

A maioria das praias têm concessão onde se pode comer, beber e ir à casa de banho. A Costa Esmeralda não sendo diferente do resto do mundo, a tudo atribui um valor. Não vou listar o cardápio de preços, mas um café numa esplanada ronda os 2,5€. Ao balcão é muito mais em conta, é 1,20€!

A Sardenha é italiana, nacionalidade sinónima de boa gastronomia. Pizzas, pastas, peixe, carne é ao gosto da fome!

Amantes de praia e descanso, não esperem mais! Vão conhecer a Sardenha!

A primeira semana de setembro

O tempo continua a voar sem esperar por ninguém. Apenas a uma semana atrás encontrava-me nas minhas inesquecíveis férias (das quais vou falar em breve aqui) com amores do meu coração. O sol queimava de tão quente e a sua luz encandeava por brilhar tão intensamente. Hoje, primeira semana de setembro, estou sentada na minha casa de forma estratégica para aproveitar a claridade do sol que as nuvens decidiram obstruir de há uns poucos dias para cá. Gosto desta estrela e a sua presença faz-me diferença, mas não dependo apenas dessa luz para me animar. A apatia é da meteorologia, não minha.

E foi assim que decidi encarar a primeira semana de setembro, foi assim que abracei este novo ano lectivo, 2018/2019. Depois de umas férias entre montanhas e rios, banhos de água salgada, passeios na cidade e uma ilha rodeada de mar cristalino em excelente companhia, o mês de setembro é equivalente ao dia de segunda-feira após um fim de semana com mais de quarenta e oito horas. Mas para que possam haver mais férias, tem de existir trabalho e por isso foi com grande motivação que regressei às minhas responsabilidades pessoais e profissionais.

Muitos dos meus alunos ainda não chegaram, o que permitiu que a primeira semana começasse gentilmente a meio gás. Aproveitei para me reorganizar pessoal e profissionalmente, para retomar a rotina passo a passo, para planificar (o que consigo) de forma realista. Entre outros projetos (sobre um deles vou ter novidades em breve), espero poder ampliar o meu trabalho voluntário, aprofundar os meus conhecimentos na minha área por aperfeiçoar uma língua e continuar a escrever. Gosto de aproveitar as férias até ao último minuto, mas reconheço que dispor de uns dias para recalcular o novo percurso faz muita diferença.

E vocês? Como foi a vossa primeira semana de setembro?

Photo by Manasvita S on Unplash