Somos Mais Do Que Histórias II

Se eu pudesse ler todos os livros…

O tempo deste verbo é o conjuntivo imperfeito. Tempo verbal usado na dimensão do irreal ou hipotético. O imperfeito é passado, o conjuntivo é o hipotético. Ora uma hipótese no passado, é uma hipótese condenada a não passar disso mesmo: hipótese.

Não podendo eu ler todos os livros, sei que não os quereria ler realmente todos, vou lendo os que atravessam o meu caminho numa livraria, num blog de uma leitora compulsiva ou noutra qualquer circunstância como um concurso de escrita.

Neste último contexto, há um livro que não atravessou o meu caminho, mas pontuou-o! Como assim? Vou deixar-vos descobrir. Os que sabem, mantenham a descrição!

Estou a falar do Somos Mais Do Que Histórias II, histórias de vários autores, na primeira ou na terceira pessoa em forma de breves relatos da imaginação e da realidade sobre amor e desamor, suspiros, esperanças e confidências. Tudo isto num único livro!

A iniciativa deste concurso nasceu na dinâmica editora Cordel de Prata com quem tenho tido a oportunidade de colaborar.

Convido-vos a ler Somos Mais Do Que Histórias II e a partilhar as que mais gostaram.

Boa leitura e boa escrita!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s