Saltei do sofá

Dia de folga, dia sem horas. O sofá acolhe-nos de braços abertos. E é bom afogar o cansaço, embalar a preguiça e fingir que o mundo pára e que a nossa vida retomará, sem demais, no próximo dia de trabalho…

Contudo há uma parte de nós que é por vezes no sofá que ganha vida apesar de tudo o resto parecer adormecido: a consciência.

Resfatelar no sofá adormece o pensar e adormenta as insatisfações. E este suposto descanso, por ser falso, sabe a amargo.

É o que nos acontece com a vida. Resfastelamo-nos em rotinas ou maneiras de viver que nem sempre nos sabem bem. Ocupamos demasiado a mente com as responsabilidades ignorando que a maior delas todas é estarmos bem. E assim surge a necessidade gritante de saltar desse sofá chamado insatisfação.

Foi o que fez a Neuza e as pessoas a quem ela entrevista.

Falar é fácil, colocarmo-nos em ação nem por isso! Por isso mesmo, convido-vos a espreitar o SALTEI DO SOFÁ que em forma de textos ou podcasts revela saltos estonteantes de pessoas sem poderes especiais a não ser o de querer saltar do sofá!

Histórias da vida real e muita inspiração constituem a garantia deste espaço digital.

Inspirem-se!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s