Eu não nasci

Eu não nasci.

Eu sempre existi.

Eu, para mim, na minha lembrança, sempre existi.

Lembro-me do que vivi,

Lembro do que senti.

Eu sempre existi.

Quer dizer, apesar de existir, houve momentos em que não vivi, para mim. Mas lembro-me.

Tirando esses momentos, eu sempre existi.

Não me lembro de ter nascido. Mas lembro-me de mim, desde que existo.

Quando deixar de existir, também não vou saber. Não vou existir.

Eu não nasci.

Eu sempre existi,

para mim.

Quem não se lembra de nascer, nem sabe quando vai morrer, não teve começo nem fim. Vive todos os dias.

E eu não sou exceção.

Eu não nasci.

Eu sempre existi.

Photo: https://unsplash.com/@roadtripwithraj


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s