As Aventuras Escritas de Ana Silvestre

As Aventuras Escritas de Ana Silvestre

A nossa convidada de hoje, iniciou aventuras escritas em miúda que acabou por terminar em adulta. Porém, hoje, sabe o fim desde o início uma vez que, quando começa a escrever, não descansa até concluir!

Vamos conhecer a autora Ana Silvestre!

O que lhe deu vontade de escrever livros?

Desde criança que sempre gostei de escrever e, penso que, gostava de escrever porque adorava ler. Ler era o meu passatempo favorito, português era a minha disciplina preferida. Os professores elogiavam a minha escrita e, quando escrevia, sentia-me melhor. Quando era miúda, costumava escrever pequenos livros de aventuras num caderno, que depois dava à família para ler, mas nunca os terminava, até que já em adulta, decidi começar e terminar.

Onde encontra a inspiração?

Na vida.

Nos meus sentimentos, nas minhas aprendizagens ao longo da vida, em tudo o que observo e eu observo e absorvo muito.

O que retratam os seus livros?

Os meus livros são romances e falam da vida comum, da vida de todos nós, dos temas do dia-a-dia e penso, que é por isso, que todas as pessoas se identificam com eles.

Hábitos de escrita: Onde escreve? Em que momento do dia? Quanto tempo dedica à sua escrita?

Normalmente escrevo na sala de estar, que é onde tenho o computador, mas já escrevi deitada numa rede de baloiço, já escrevi no quintal ou na cama.

Quando começo a escrever um livro, escrevo de manhã até ao fim da tarde, faço apenas pequenas pausas para comer, fumar um cigarro ou ir buscar o meu filho à escola.

Quando começo a escrever um livro, não descanso até o terminar porque não tenho nenhum esquema em papel, está tudo na minha cabeça e preciso, com urgência, de o passar para o computador. Costumo demorar umas três semanas a escrever um livro.

Improvisa à medida que escreve ou sabe sempre o fim antes de escrever?

Sei sempre o início e o final do livro. À medida que vou escrevendo, para me conduzir ao final que pretendo, vou tendo ideias e modificando muitas coisas. Mas quando começo a escrever, sei sempre o que quero para o final do livro.

Qual o seu livro preferido?

Não tenho um livro preferido, nem dos meus, nem dos outros, tenho uns que me marcaram mais, mas não sou capaz de eleger apenas um.

Uma breve mensagem de incentivo para quem gosta de escrever

O meu conselho para quem quer escrever: ler muito, ler todos os dias, ler o mais possível.

Autora Ana Silvestre

 

Muito obrigada, Ana Silvestre!

 

Para acompanharmos o trabalho da Ana Silvestre:

Facebook: https://www.facebook.com/eusabiaestavaescrito/?ref=bookmarks

 

 

 

As capas das aventuras escritas da Ana Silvestre

Deixe uma resposta

*