O gosto de ler de Catarina A.C. Magalhães

Decidiu inventar os seus próprios mundos, depois de percorrer tantos outros nas leituras que a deliciam desde muito nova ( tive de acrescentar o “muito” porque a nossa convidada de hoje continua a ser jovem). Dependendo da história, a improvisação costuma acompanhar a sua escrita. Hoje, a história que nos conta é a dela própria. Conheçam a Catarina A.C. Magalhães.

O que lhe deu vontade de escrever livros?

Desde muito nova que gosto de ler. Então, após viajar para diversos mundos criados por outras pessoas, comecei a ter vontade de criar os meus próprios lugares, personagens e enredos.

Onde encontra inspiração?

Em tudo, sinceramente. Até sinto que costuma ser ela a encontrar-me a mim!

O que retratam o(s) seu(s) livro(s)?

O meu primeiro livro, Nem Todos Os Espelhos Refletem, retrata a vida de Alice Santos, uma adolescente de 16 anos que não é feliz. Entre um distúrbio alimentar, bullying e memórias que não a deixam seguir em frente, vai para a escola todos os dias, mas não consegue evitar comparar essa experiência a visitar o Inferno.

No entanto, um dia, conhece um rapaz estrangeiro, Ryan, que vai fazer tudo ao seu alcance para se tornar amigo dela. Logo dela, que não tem um único amigo!

Nem Todos Os Espelhos Refletem é uma história YA, que retrata a realidade do bullying e leva os leitores numa viagem de amizade, superação e amor.

Hábitos de escrita: Onde escreve? Em que momento do dia? Quanto tempo dedica à escrita?

Escrevo, na maioria das vezes, no meu quarto. No entanto, se me surgir alguma ideia de repente, escrevo em qualquer lado. Essa é uma das incríveis vantagens dos telemóveis.

No que toca ao momento do dia, gosto mais de escrever à noite.

Em termos de tempo, não é nada de definido. Ando sempre a tentar criar uma rotina de escrita, mas muitas vezes falho. Neste momento da minha vida a escrita não está no topo das prioridades e, por isso, acabo por não lhe dedicar tanto tempo quanto gostaria.

Improvisa à medida que escreve ou conhece o fim antes de escrever?

Depende da história. O livro Nem Todos Os Espelhos Refletem foi escrito de improviso. No entanto, há outros livros que estou a desenvolver cujos finais já conheço. Não sou muito constante nisso.

Qual é o seu livro preferido?

Não tenho nenhum livro preferido. Leio muitos géneros e, por isso, é muito difícil comparar livros ao ponto de escolher só um.

Uma breve mensagem de incentivo para quem gosta de escrever.

Não interessa se não gostas do que estás a escrever ou se achas que precisas de emendar 1001 coisas no texto. Continua simplesmente a escrever e não olhes para trás. O primeiro rascunho nunca será perfeito, uma vez que vais aprendendo e mudando de opinião à medida que escreves mais. Então, continua! É preferível uma página que podes editar do que uma página em branco.

Muito obrigada, Catarina!

 

Para acompanharem o trabalho desta jovem autora

Instagram: @catarinaacmagalhaes_ 

Site: https://catarinaacmagalhaes.pt

Autora Catarina A. C. Magalhães

Capa do 1º livro da autora Catarina A. C. Magalhães, Nem Todos os Espelhos Reflectem

Deixe uma resposta

*