Setembro

Setembro mês da motivação

Setembro: um novo ano, um novo recomeço!

Lembro-me de quando era miúda, o mês de setembro ter sempre uma chegada motivante, não só de um novo ano lectivo, mas também no que tocava a atividades extra curriculares. O município da cidade francesa onde eu vivia, oferecia-as gratuitamente. Como se não bastasse, as possibilidades eram imensas. Desde teatro a ginástica acrobática, passando pelo atelier de foguetões ou de desenho, os dias da semana não chegavam para tanta possibilidade. A iniciativa era tentadora, mas ao mesmo tempo desafiadora, pois requeria uma boa gestão da agenda. Contudo, nenhuma destas condições me afligiu.

Lembro-me, no segundo ano em França, depois de já me sentir à vontade com a língua e com a cidade onde morava, de me inscrever em quatro atividades, de segunda a quinta, guardando assim a sexta para a passar com a minha mãe.

Independentemente dos dons que viesse a descobrir não ter, estas atividades tinham de ser levadas a cabo até ao final do respectivo trimestre em que me inscrevesse. Desculpas à parte, o compromisso tinha de ser levado a sério. Era condição sine qua non. Por outro lado, se descobrisse alguma vocação, poderia renovar a inscrição gratuita na respectiva atividade nos trimestres a seguir.

Eu já não sou criança, também já não estou em França, mas continuo a sentir setembro com a mesma motivação daquele tempo. Embora hoje, adulta, continuasse a conseguir arranjar umas quantas desculpas válidas para desertar os meus trimestres do único hobby que guardei, a escrita, recuso-me energicamente a tamanho desastre.

Se é de escrever que gostamos, então escrevamos! Se é de ler, leiamos! Pelo menos um trimestre!

Deixe uma resposta

*